Água na Indústria
José Carlos Mierzwa ; Ivanildo Hespanhol


pág. 95

7.1. Avaliação dos Processos Industriais para Identificar Oportunidades de Otimização do Uso da Água

kkkkA crescente demanda de produtos industrializados por parte da população, aliada ao acelerado desenvolvimento tecnológico observado a partir do século XVIII (Millard, 1995), passaram a transformar mais intensamente os recursos naturais disponíveis no planeta em produtos úteis e lucrativos. O contexto de cada época deve sempre ser considerado, já que os conceitos de utilidade e lucratividade são variáveis e influenciados por uma série de fatores, como mudanças de valores, evolução tecnológica e ampliação do conhecimento humano.

kkkkÀ medida que o consumo de produtos considerados úteis e lucrativos aumentava, os métodos de produção sofriam modificações significativas, visando uma otimização a fim de se produzir cada vez mais com cada vez menos. O resultado foi o surgimento de indústrias especializadas, dedicadas à produção de materiais específicos, tanto de uso final como intermediário, utilizados como matéria-prima ou como produtos auxiliares.

kkkkMesmo que superficial, o conhecimento das atividades industriais é fundamental para o desenvolvimento de qualquer iniciativa que busque otimizar o uso da água, pois isso é o que fomenta a habilidade de identificar os principais pontos de consumo de água, a quantidade e a qualidade exigidas para cada aplicação e os pontos de geração de efluentes.

kkkkTambém é preciso considerar que as atividades industriais sofrem influência direta das condições locais, que promovem significativas alterações nos métodos de produção, se comparadas aos dados disponíveis em literatura. Isto ocorre porque os dados de literatura não são atualizados na mesma velocidade em que as alterações acontecem. Assim sendo, a integração entre os seguintes procedimentos é eficaz na análise das atividades industriais:

+ Avaliação dos processos industriais com base em dados disponíveis na literatura;
+ Avaliação dos processos industriais com base em documentos disponíveis na própria indústria, como fluxogramas de processo, documentos descritivos, rotinas operacionais etc.;
+ Visitas de campo, para constatar se os dados dos documentos analisados continuam consistentes e identificar possíveis alterações que não tenham sido registradas.

kkkkA análise dos aspectos relacionados ao consumo de água e geração de efluentes será mais precisa, contribuindo significativamente para desenvolver e implementar estratégias de otimização do uso da água.


pág. 96

7.1.1 - Avaliação com base em dados de literatura

kkkkConsiderando-se que as atividades industriais exercem e sofrem influência dos seres humanos e do meio ambiente, diversos cientistas e pesquisadores dedicaram-se a descrevê-las e analisá-las, a fim de disponibilizar ao público interessado informações dificilmente obtidas por outros meios. É que muitas atividades ficam restritas a algumas regiões e, muitas vezes, as próprias indústrias não têm interesse em divulgar informações sobre seus processos produtivos.

kkkkAtualmente, o número de publicações que tratam de atividades industriais é bastante extenso: pode-se encontrar livros que abordam o assunto de uma maneira genérica, abrangendo diversos segmentos, bem como livros, revistas e outras publicações especializadas com um maior nível de detalhes, destrinchando todos os processos desenvolvidos em uma única atividade industrial. Este tipo de material descreve os processos da fabricação de um determinado produto e apresenta os fluxogramas de processo com a quantidade dos principais insumos utilizados. Dois exemplos são os livros Chemical process industries, de R. Norris Shreve e Joseph A. Brink Jr. (1980), traduzido para o português como Indústrias de processos químicos, que fala de 37 segmentos industriais e, Industrial processes and waste stream management, de Howard H. Guyer (1998). Informações sobre um único processo, visando otimizar o uso de recursos naturais e prevenir a poluição, constam em artigos técnicos publicados em periódicos não específicos da área de processos industriais, e também são úteis (EPA, 1993 e Dahab, Montag e Parr, 1994).

kkkkEmbora as informações disponíveis em literatura sejam bastante úteis, é importante ressaltar que, na maioria dos casos, elas se referem aos processos industriais de outros países, cujas condições operacionais e nível de desenvolvimento são completamente diferentes das brasileiras. Além disso, a atividade pode já estar ultrapassada, principalmente em virtude dos grandes avanços tecnológicos, de restrições de ordem legal e econômica ou da escassez de recursos naturais.

7.1.2 - Avaliação de documentos disponíveis na indústria

kkkkA avaliação de documentos disponíveis na própria indústria, como descrição de sistemas, fluxogramas de processo, manuais de operação e rotinas operacionais, pode ser uma das formas mais eficientes de recolher dados sobre quantidade e qualidade de consumo de água e geração de efluentes, já que esse tipo de informação deve fazer parte direta ou indiretamente dos documentos.

kkkkÉ importante destacar que, além da qualidade dos documentos disponíveis, ou seja, abrangência, nível de detalhamento e clareza, o conhecimento técnico e a experiência das pessoas que analisarão as informações também são muito importantes. Em muitos casos, as operações consideradas secundárias, como fornecimento de vapor para aquecimento ou água de resfriamento, operações de partida e parada das unidades industriais, paradas para manutenção e outras atividades diretamente associadas ao consumo de água ou à geração de efluentes podem passar despercebidas, por exemplo. Quanto maior o nível de detalhamento, melhor será a compreensão das atividades industriais em questão, pois se pode estabelecer uma relação lógica entre todas as etapas do processo de produção e lhes vincular o consumo de água em cada etapa, o grau de qualidade exigido e a geração e composição dos efluentes.

kkkkMuitas vezes é possível identificar oportunidades para a otimização do uso dos recursos naturais e outros insumos por meio da análise desses documentos. Assim, deve-se manter um registro destas oportunidades, que também devem ser analisadas detalhadamente, quando do desenvolvimento das estratégias de gerenciamento de águas e efluentes ou da implantação de um programa de prevenção à poluição.

...