Livro: Análise da Paisagem com SIG

1   Por que e como quantificar paisagens?

1.1 Estrutura da paisagem na nossa percepção diária e um experimento mental

1.2 Potencial e significado de medidas da estrutura da paisagem

1.3 Estudos de caso: Aplicação de medidas da estrutura da paisagem

1.4 O quadro legal: exigências, diretrizes e convenções

1.5 Novos desafios

2   SIG como ferramenta para a análise estrutural

2.1 Por que usar SIG?

2.2 A chave espacial: Geodados

2.3 Fundamentos dos modelos vetorial e raster

2.4 Fontes de dados primários

2.5 Infraestrutura de geodados e metadados

2.6 Análise espacial

2.7 Trabalho prático com SIG

3   Reflexões iniciais sobre a teoria da paisagem

3.1 A multiplicidade, particularidade e beleza paisagística

3.2 A questão da paisagem

3.3 Contribuições da teoria dos sistemas – ecótopo e ecossistema

4   O conceito de estrutura da paisagem

4.1 Estrutura, Função, Mudança

4.2 A estrutura horizontal da paisagem

4.3 Manchas (Patches)

4.4 De modelos neutros a legítimas forças motrizes (driving forces)

5   Delimitação e categorização – questões da operacionalização

5.1 Concepções disponíveis para a divisão do espaço

5.2 Novos métodos de interpretação automática de dados de imagens

5.3 Escala, Resolução, Precisão, Agregação

5.4 Ecótonos e sua representação

5.5 Raster versus Vetorial – influências do modelo de dados

6   Detecção de hábitats

6.1 Procedimentos específicos dos organismos

6.2 Alcance espacial-temporal de movimentos de animais

6.3 Relações espécies/áreas

6.4 Aspectos da teoria de metapopulações

6.5 Fragmentação, Retalhamento e Isolamento

6.6 Desfragmentação e colocação em rede

6.7 Modelos de hábitat e de adequação de hábitat

7   Métricas da estrutura da paisagem

7.1 Análise em três planos

7.2 Delimitação e categorização das métricas

7.3 Métricas: uma visão de conjunto

8   Análise descritiva no nível de manchas (patches)

8.1 Métricas relativas a áreas

8.2 Métricas relativas a bordas

8.3 Análise de áreas-núcleo

8.4 Métricas relativas à forma

9   Medidas no nível da paisagem

9.1 Medidas de diversidade

9.2 Grau de contágio (Contagion)

9.3 Medidas de retalhamento

10 O nível de classes: caracterização e configuração do hábitat

10.1 Relação de vizinhança e proximidade

10.2 Fragmentação de tipos de hábitat

11 Modelagem de planejamento

11.1 O planejamento da paisagem

11.2 Avaliação

11.3 O papel do SIG no planejamento da paisagem

12 Monitoramento e análise de mudanças

12.1 Conceitos, Fundamentação e Implicações

12.2 Indicadores espaciais

12.3 Conceito de monitoramento baseado em indicadores

13 Conclusões

14 Exercícios

Glossário

Referências Bibliográficas